Beatles: A História Por Trás de Todas as Canções.

Hey Hey Hey!

 

Vamos para o momento leitura do blog, para mostrar que eu também sou uma pessoa que gosta de passar um boa parte das horas livres lendo algum livro ou revista.

A minha dica de leitura é o livro do escritor Steve Turner, que leva o nome de “The Beatles – A História Por Trás de Todas as Canções“.

The Beatles - A História Por Trás de Todas as Canções

Para entenderem melhor do que se trata este livro, irei transcrever um pedaço do Prefácio para vocês:

“Este livro conta as histórias por trás das canções dos Beatles, conjunto que defini como músicas escritas e gravadas pelos Beatles. Ele trata do “onde, como e porquê” das composições e tenta rastrear o caminho da inspiração até a fonte.

Dito isso, este não é um livro sobre como as canções foram gravadas nem sobre quem tocou o quê, em qual sessão. Mark Lewisohn definitivamente já fez esse trabalho em The Complete Beatles Recording Sessions. Tampouco é um livro de análise musical profunda. Para tal abordagem, veja Twilight Of The Gods, de Wilfrid Mellers (Schirmer Books, 1973), ou The Songwriting Secrets Of The Beatles, de Dominic Pedler (Omnibus Press, 2003).

Este também não é um livro que explica o que os Beatles “realmente queriam dizer”. Apesar de delinear a origem de muitas canções e fazer referência a fatores psicológicos que, acredito, influenciaram na composição, deixei a tarefa da interpretação para outros. Se você de fato quiser saber o que Paul quis dizer, leia um livro como Paul McCartney: From Liverpool To Let It Be, de Howard DeWitt (Horizon Books, 1992), ou, se quiser entender o percurso do desenvolvimento intelectual de John, leia The Art and Music of John Lennon, de John Robertson (Omnibus, 1990), ou John Lennon’s Secret, de David Stuart Ryan (Kozmik Press, 1982).”

Agora que vocês já tem uma noção do que se trata o livro, corram na livraria mais próxima e comprem, vale muito a pena comprá-lo. Se não fosse por esse livro, eu acho que eu nunca iria saber que na música “She’s a Woman”, os Beatles fizeram sua primeira referências obscura às drogas, depois de terem sido iniciados nos prazeres da maconha pelo Bob Dylan.

See Ya!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: