Grunge!

Hey folks?

Como vocês estão?

Desculpe pela falta de post tanto do @Sergiocontri quanto meu.

Início de ano nesse país só depois do carnaval então já viu! Críticas pra depois vamos ao que interessa! Rock Fucking Roll!!!

Muitos gostam do grunge, eu adoro. Nirvana, Pearl Jam, Sound Garden, smashing Pumpkins, mudhoney e tantos outros.

Como Nirvana é uma das bandas que todo mundo sabe vou falar de outra. Ladies and Gentlemans! Com vocês peal jam!!!!

“Epílogo”

Formada em Seattle no início de 90, a banda que antes da entrada de Vedder era formada pelo guitarrista Gossard e pelo baixista Ament, juntos eles tinham uma banda de hard rock [como a maioria das bandas até o final dos anos 80 eram] a banda se chamava Green river e lançou um ep. Nessa banda ainda tinham Steve Turner e do vocalista Mark Arm. Em 88 a banda se separa, Arm e Turner formam o Mudhoney.

Jeff e Stone continuam juntos e, juntamente com o baterista Jeff Turner e o vocalista Andrew Wood, formam uma nova banda, chamada Mother Love Bone. Lançam em 1989 o EP Shine e, em 1990, um álbum chamadoApple. A banda começa a fazer sucesso nos EUA, quando, logo depois do lançamento de Apple, em 16 de março de 1990, morre o vocalista Wood, vítima de uma overdose de heroína.

Chris Cornell, amigo de Andrew Wood, sugeriu um disco tributo para Wood. Nascia então o Temple of the Dog, projeto que reuniu integrantes do Mother Love Bone e do Soundgarden. Para a guitarra solo, convocaram o ainda iniciante Mike McCready, que já tocava, nesse meio-tempo, com Jeff e Stone os instrumentais que Stone havia composto mas que ainda não haviam sido gravados. Stone, Jeff e Mike haviam, na época do Temple, recentemente encontrado um vocalista para os instrumentais que tocavam: Eddie Vedder, vocalista de Evanston, indicado por um amigo comum: Jack Irons, baterista da primeira formação do grupo californiano Red Hot Chili Peppers. Devido ao grande talento de Eddie Vedder, este fora convidado a gravar vocais de fundo para o Temple of the Dog. Este supergrupo de Seattle lançou seu disco homônimo em 1991 e emplacou a música Hunger Strike nas paradas. Porém, Stone, Jeff e Mike estavam agora mais centrados no conjunto que formaram com Vedder.

Agora sim o Pearl esta formado, legal reparar como as bandas estavam ligadas, Seattle que antes era conhecida por porra nenhuma [Tirando que hendrix é de lá] agora se torna a meca do Rock no anos 90

Eddie Vedder juntou-se a Stone, Jeff e Mike por meio de Jack Irons, que posteriormente viria a ser o baterista do Pearl Jam. Irons enviou, após audição dos intrumentais de Stone e grupo (tocados com a ajuda de Matt Cameron, baterista do Soundgarden e do Temple of the Dog), um fita demo para Eddie Vedder. Os grooves cheios de energia e dinamismo de Stone inspiraram Eddie a compor as letras (todas no mesmo dia) para os três instrumentais contidos na fita (Eddie tinha as três letras na cabeça depois de uma tarde surfando). Tornaram-se assim as músicas que futuramente fariam-se sucesso na banda sendo duas do álbum “Ten”: AliveOnceFootsteps, esta lançada no single Jeremy. O que mais impressionou Stone e os outros foi o fato de que as letras que retornaram cantadas de forma marcantes, fortes e instigantes. E extremamente pessoais, cantadas por Eddie com extrema paixão, convicção, num modo tocantemente ligado ao cantar das letras; em ocasiões sussurando; por vezes cantando-as como se saíssem das visceras, do fundo de seu coração. Falavam de temas psicológicos envolvendo traumas familiares, conseqüências desses conflitos e a ausência da figura paterna. Alive fala do garoto que descobre, pela sua mãe, que seu pai verdadeiro não era o que conhecia. Que toda a sua vida o homem que acreditara ser seu pai (e há razões para acreditar que esse pai não o tratava muito bem) não era seu verdadeiro pai. A perturbação psicológica e o comportamento homicida manifestaram-se em Once, sua continuação. Em Footsteps temos o rapaz, já mais crescido, na cela de uma cadeia, completando a mini-ópera de Vedder. O tema é todo tocante e as interpretações as mais diversas. Com essa formação eles formam o Mookie Blaylock. Com canções permitiram que os rapazes montassem uma das mais importantes bandas do Rock and roll. A essas três canções, Eddie Vedder deu o título de Mamasan Trilogy.

[fonte wikipédia – Não gosto de usar muito o wiki nas pesquisas mas essa ta muito bem escrita]

O nome pearl jam vem literalmente do nada. Mookie Blaylock é uma geléia que a avó de Vadder fazia [o nome da avó é Pearl] que segundo ele tinham poderes alucinógenos. como essa explicação leva do nada a lugar nenhum a melhor definição é do baixista Ament segundo ele esse nome teria surgido depois dele assistir uma apresentação das bandas Sonic Youth e Crazy Horse. Sem nada de alucinógenos [?????] .

Eu vou párar por aqui porque tem muita coisa a se falar do pearl, provavelmente semana que vem vou falar dos albuns e do mais inspirado de todos, o TEN.

Me desculpem os que curtem hard [coff coff @Carolcontri] mas ainda bem que a banda passou disso

Pra isso!

Até mais!

Hugs!

@RMakaron

Uma resposta to “Grunge!”

  1. Faltou falar desses dois sujeitos ai,o Matt q ainda faz parte da banda e o Boom q arrasou nos shows aki no Brasil

    Matt Cameron – Bateria (1998 – presente)
    Boom Gaspar – Teclado, piano (2002 – presente

    Ficou muito boa sua Matéria,mas sem kerer me meter mas ja o fazendo,vc deveria ter colocado um video do show aki de sp,e mostrar q apesar de mais de 20 anos Vedder ainda canta muito ,coisa rara hj em dia
    Mas enfim …Ficou otimo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: