Tuatha De Danann!

Hey Hey Hey!


Hoje estou aqui para falar de uma das melhores bandas de Folk Metal, aquela banda que você ouve e lembra de cenas de um jogo de RPG, aqueles com anões, guerreiros e arqueiros elfos. Eu, como todo jogador de RPG (nesse momento você deve estar achando que eu sou aquele nerd que perde tardes jogando RPG), sempre coloco as músicas do Tuatha de Danann quando os guerreiros estão entrando numa cidade em festa, é muito bom!

Mas, como não estou aqui para falar de RPG ou outras coisas relacionadas a esse mundo, vou falar um pouco sobre a banda e comentar sobre os álbums da banda.

A banda mineira de Varginha, Tuatha de Danann, formada por Bruno Maia, Rodrigo Berne, Giovani Gomes, Rodrigo Abreu e Edgard Britto  iniciou suas atividades em 1995 sob o nome de Pendragon, com o intuito de fazer um som sem rótulos, mesclando o Heavy Metal com a música celta e medieval.

Em 1996 sai a demo tape “The Last Pendragon“, que já apresentava uma banda diferente das demais do cenário nacional e que rendeu ótimas críticas na mídia especializada. Após este período a banda mudou seu nome para Tuatha de Danann, que acabou melhor representando a temática proposta. O nome vem da mitologia celta, significa “Povo da Deusa Danú” seres encantados que dominavam a arte e a ciência, a poesia e a magia, uma das raças que povoaram a Irlanda.

Tuatha de Danann

No ano de 1998 é lançada a demo tape “Faeryage“, totalmente mergulhada na magia e beleza da música celta, regada a flautas, violinos, craviolas e muito peso. “Faeryage” impressionou a todos, agradando toda a mídia especializada, tanto do Brasil como do exterior, este resultado proporcionou ao Tuatha de Danann assinar com o selo Heavy Metal Rock.

Já em finais de 1999, é lançado um single com 4 novas canções e a demo tape “Faeryage” de bônus. Este material foi lançado em formato compact disc e com o nome “Tuatha de Danann“. Sempre com a mesma linha musical, a linda e mágica música celta e medieval mesclada ao metal, com vocais melódicos, guturais, flautas e muito delírio. Este cd rendeu ao Tuatha de Danann reconhecimento em todo o país, tanto de público quanto de crítica.

Tuatha de Danann

O cd debut da banda sai em outubro de 2001 intitulado como “TingaralatingaDun“. Este álbum é um convite ao total delírio na terra da magia, onde todos os elementos da natureza andam de mãos dadas.

O ano 2002 é marcado pelo lançamento do EP “The delirium has just began” trabalho experimental da banda que foi também lançado na França e obteve uma excelente aceitação do público e da mídia.

Assinando contrato com a Paradoxx Music, em 2004, foi gravado o novo trabalho, o álbum “Trova di Danú”, o Tuatha de Danann usou de suas grandes influências para seguir o estilo personalizado através da combinação do Rock e Heavy Metal, chegando a usar instrumentos não comumente usados no Rock como violinos, craviolas, flautas, gaitas de fole, harmônicas, etc.

Discografia(sem os álbuns demo):

2001 – Tingaralatingadun

O primeiro álbum “full-lenght” da banda lançado em outubro de 2001. Este trabalho é uma viagem à terra da magia, num típico cenário de um jogo de RPG.  Contando com dez canções inéditas TingaralatingaDun traz novamente as flautas, bandolins, violinos e, também, maravilhosas incursões ao mundo celta, retratadas nas letras das músicas. O álbum conta com as participações especiais de Magda Ferroni, Thiago Oliveira e Thiago Bianchi

2002 – The Delirium Has Just Began…

2002 foi o ano marcado pelo lançamento do CD The Delirium Has Just Begun, trabalho experimental que também foi lançado na França com resultado altamente positivo junto ao público e à mídia.
A banda havia participado de um dos maiores projetos que a cena “underground” brasileira já realizou: William Shakespeare´s Hamlet, com a música The Last Words, que foi incluida neste álbum e hoje é um dos clássicos mais pedidos pelos fãs em shows. Conta com as participações especiais de Izabel Tavarez, Leonardo Godtfriedt.

2004 – Trova di Danú

Em 2004 foi lançado o álbum de estúdio, Trova di Danú, onde o Tuatha de Danann confirma a força do seu estilo personalizado através da combinação do Rock com o folclore Celta, acrescentando o brilho do jeito brasileiro de fazer música internacional. A característica marcante está presente no uso de instrumentos que não são aplicados ao Rock com muita frequência, como violinos, craviolas, flautas, gaitas de fole, harmônicas etc. Conta com as participações especiais de Isabel Tavarez, Victor Rodrigues, Paul X, Marcio Sinzato, Marcus Vinicius e Roger Troyjo.

É isso aí galera, agora fiquem com uma música deles e procurem ouvir os cds que são muito bons!

Tuatha de Danann – Tingaralatingadum.


LONG LIVE TO THE ROCK!

Uma resposta to “Tuatha De Danann!”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: